flag_br-1.png

Marque a #Exposec2024

04 a 06

Junho

2024

SÃO PAULO EXPO / SP
13h às 20h

(11) 5585-4355 / (11) 3159-1010

comercial@fieramilano.com.br

Fiera Milano Brasil

(11) 5585-4355 / (11) 3159-1010 |

Marque a #Exposec2023

13 a 15

Junho

2023

Fiera Milano Brasil

Marque a #Exposec2023

PositivoSEG é lançada na Exposec com portfólio de 80 produtos

A Positivo Tecnologia lançou nesta terça (13) a PositivoSEG, unidade de negócios de automação e segurança eletrônica com soluções para empresas, escolas, condomínios e residências. O anúncio aconteceu na Exposec – a maior feira de segurança da América Latina, que segue até quinta (15) no São Paulo Expo, em São Paulo.

O portfólio inicial conta com 80 produtos, como dispositivos de Circuito Fechado de Televisão (CFTV), câmeras, gravadores e sistema de videomonitoramento, central de alarme e sensores para detecção de intrusão, opções de rede e conectividade como roteadores e switches, além de acessórios que complementam as categorias. Na coletiva de lançamento, estiveram presentes Hélio Bruck Rotenberg, CEO da Positivo Tecnologia, e José Ricardo Tobias, diretor da PositivoSEG.

“Estamos entrando no segmento de automação e segurança eletrônica muito bem estruturados e com as condições de se tornar um grande player. O mercado é extremamente oportuno e avança em níveis elevados. Além disso, temos a experiência necessária para entregar valor real aos nossos parceiros e clientes com soluções tecnológicas extremamente confiáveis e iniciativas efetivas de apoio às vendas. Ainda tem muita coisa por vir”, afirma Rotenberg.

De olho em um mercado que cresce em média 15% ao ano e movimenta cerca de R$ 11 bilhões no Brasil, segundo a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), a empresa intensificou seus investimentos nos últimos dois anos. Parte dos recursos de Pesquisa & Desenvolvimento, acumulados em R$ 170 milhões em 2022, foram destinados para impulsionar os negócios de automação e segurança eletrônica.

 

Gurtam leva zona de IoT pela primeira vez à Exposec

A integração de objetos do cotidiano com a internet possibilitam a reunião e a transmissão de dados, proporcionando novas ferramentas para nos auxiliar. Durante a Feira Internacional de Segurança, a Gurtam apresenta pela primeira vez a zona de IoT (internet das coisas), que estará no São Paulo Expo, em São Paulo, até quinta (15).No espaço, a Wialon irá exibir as suas soluções para segurança na gestão de frotas, que ajudam a proteger veículos e outros ativos. A tecnologia de rastreamento por GPS e geofencing da plataforma, combinada com o desligamento remoto de veículos e a opção de integrar tecnologias de segurança, permite que os gestores de frotas monitorem seus veículos em tempo real e respondam rapidamente a ocorrências de segurança e proteção.

Denis Grebenikov, Head of Business Development Center da Gurtam, destacou que o espaço será uma grande oportunidade para se conectar com líderes do setor e trocar ideias com outros profissionais. “Estamos na Exposec pela quarta vez, mas é a primeira vez que montamos esse espaço. Estamos presentes em mais de 150 países e possuímos mais de 3,5 milhões de máquinas conectadas em nossos 2.400 parceiros”, destaca.

 

Cachorro robô e drone submarino no combate ao crime

A tecnologia de ponta para segurança sempre fez parte da Exposec – Feira Internacional de Segurança. Entre as novidades que esta 24ª edição apresenta, estão o cachorro robô e o drone subaquático, exibidos no espaço da G4S, uma das maiores empresas globais de segurança. Segundo Wanderson Gloor, diretor de Operações da empresa, as duas tecnologias já são utilizadas em alguns países, mas ainda são inéditas no Brasil.

Chamado de Hero, o cachorro robô apresenta diversas funcionalidades operacionais. Ele pode ser utilizado para entrar em locais de risco para seres humanos, como incêndios, escombros ou locais de alta toxicidade ou risco de desabamento. Com capacidade de carga de até 20kg, é capaz de levar suprimentos ou equipamentos de suporte à vida em locais de difícil acesso.

É um equipamento que também pode ser utilizado para realizar rondas com análise de perímetro. “Acreditamos que esta tecnologia será uma grande tendência”, afirma Gloor. “É um equipamento que trabalha 24\7, com muita versatilidade de aplicações.”

Já o Ácqua Patrol é um drone subaquático que pode ser utilizado no combate ao tráfico de drogas. Como explica Gloor, traficantes costumam soldar drogas nos cascos de navios e este equipamento realiza buscas para identificar ações como esta.

 

Espaço conceitual da ABESE exibe tecnologias para cidades mais seguras

Além de realizar a Exposec – Feira Internacional de Segurança, a ABESE – Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança, apresenta em seu espaço tecnologias inovadoras para tornar as cidades mais seguras.

Como parte da Arena ABESE Conecte-se, uma área denominada Safe City reproduz elementos urbanos e as tecnologias que podem tornar esses espaços mais seguros. Estão representados ali ruas e avenidas, escolas, transporte coletivo e segurança pública.

Para ônibus, há monitoramento de passageiros que faz a contagem de ocupantes em tempo real, permitindo melhor planejamento das linhas. Também há tecnologia capaz de reconhecer a fadiga do motorista para aumentar a segurança da condução. Em áreas escolares, câmeras inteligentes de segurança podem fazer o monitoramento automático de atitudes suspeitas, como abandono de objetos suspeitos e tentativas de invasão.

Para viaturas policiais, uma nova tecnologia automatiza a geração de ocorrências por meio de uma câmera capaz de identificar ameaças, como uma arma. Interligada com a central da polícia, em segundos dispara um alerta, identifica as viaturas mais próximas e as encaminha para o local. Tudo de forma automatizada.

A ideia do espaço é fomentar o investimento e a adoção de inovações tecnológicas para tornar as cidades mais seguras. “Como entidade, a ABESE tem atuado como interface entre as empresas e o poder público para melhor regular o uso de tecnologias na segurança pública e no bem-estar do cidadão”, explica Robson Arantes, coordenador de Inovação da ABESE. “Recentemente, iniciamos um trabalho em conjunto com uma frente parlamentar na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) para tornar mais simples que municípios do estado possam adotar, de forma ágil e transparente, soluções inteligentes de segurança.”

 

Vantagens da portaria remota são apresentadas na Exposec

No primeiro dia de ExpoShow, o espaço de palestras técnicas realizado pelas marcas expositoras da 24ª edição da Exposec recebeu a palestra “Como aprovar a portaria remota no seu condomínio?”. José Júlio Pereira – Investidor serial, consultor e sócio-gestor (CEO) da Atende Portaria revelou que ainda há uma visão arraigada no modelo tradicional de porteiro, dificultando a aceitação da portaria remota devido à crença de que a profissão está se extinguindo. No entanto, Pereira ressaltou que o que ocorre na realidade é uma ressignificação da função, e é necessário desvendar os mitos e verdades em torno dessa solução para expandir seu uso.

A portaria remota destaca-se por ser mais inteligente, segura e econômica. Quem reforça essa ideia é Emerson da Fonseca Nascimento, gerente de segmento de controle de acesso condominial da Intelbras. Segundo o especialista, a redução de custos pode chegar a 70%.

“​O condomínio pode ser monitorado por profissionais 24h por dia, 7 dias por semana. Esses profissionais remotos ficam disponíveis para cuidar de qualquer eventualidade. Além disso, o sistema possibilita a gravação das imagens de câmeras e ligações dentro do empreendimento, o que permite o controle sobre o fluxo de pessoas e informações dos moradores do condomínio, garantindo também a segurança”, destaca Nascimento. Outra vantagem, de acordo com o palestrante, é a adaptação cultural para uma convivência mais harmoniosa que reduz também casos de violência, injúria ou ofensa por parte dos moradores e prestadores de serviços.

 

TS Shara garante fornecimento de energia elétrica sem interrupções

Ficar sem energia elétrica, definitivamente, é um grande problema para qualquer um. A ausência dela, contudo, é ainda mais preocupante na área da da segurança, já que itens como o alarme de um condomínio precisam dela para funcionar. Por isso, a adoção de nobreaks é tão importante.

A TS Shara trouxe para a Exposec sua linha de produtos para recursos de proteção, com itens dedicados à segurança eletrônica e proteção. As soluções aumentam a durabilidade dos aparelhos e possuem ampla aplicabilidade. “Empresas, pequenos e grandes condomínios estão utilizando, cada vez mais, as portarias inteligentes. É um mercado que está em expansão e precisa utilizar nobreaks para praticamente tudo. Se faltar energia elétrica, o alarme não dispara, a leitura de digital não funciona e até mesmo a trava dos portões pode ser afetada”, conta Pedro Al Shara, CEO da empresa.

A empresa nacional desenvolveu uma tecnologia universal permitindo uma ampla aplicabilidade ao produto, que pode ser conectado em qualquer rede elétrica, 110V ou 220V, sem nenhuma configuração, além de permitir ao usuário escolher qual será a voltagem nas tomadas de saída.

Fonte: patisegnoticias.com.br

Compartilhe este Conteúdo

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Plus loading...